sexta-feira, 26 de março de 2010

Por um Fio

Aonde você for, eu vou
Porque meus pés só conseguem trilhar a estrada dos teus passos
Sei que sou a flor que já murchou,
Mas sei também que um dia a minha luz em sua vida já brilhou.

Sempre que você chorar, tentarei te alegrar
Porque suas lágrimas ressoam em mim como uma forte tempestade em pleno verão
Sei que muitas vezes não poderei te alegrar, apenas consolar,
Mas sei também que nessas horas um "simples" ombro amigo pode ajudar.

Um espaço no seu coração quero ocupar
Porque o meu está congestionado apenas por você
Sei que talvez isso só venha a acontecer no entardecer,
Mas sei também que o entardecer pode trazer junto consigo o meu falecer...

2 comentários:

  1. Lindo poema... quanta inspiração!
    parabens, e que venham muitos outros.....
    abraços Cris

    ResponderExcluir